ANALISADA A FUNDO! Dieta contra a diarreia ou dieta adstringente

A diarréia é uma doença irritante e desagradável que pode ter multidão de causas. Há mais de cem influências perturbadoras em nosso trato gastrointestinal que podem desencadear, o que é sinal, por si mesmo o quão sensíveis são o estômago e o intestino, com as suas mucosas extremamente frágeis.


Quando as fezes levam o sangue na diarreia ou, se esta se apresenta de maneira constante, sem causa aparente, deve dirigir-se ao médico, já que pode haver uma doença grave oculta, como, por exemplo, uma úlcera, uma perigosa infecção ou inflamação.


A dieta adstringente


A dieta adstringente


Muitas pessoas tendem a sofrer de diarreia por motivos nervosos, que aparece de uma forma espontânea quando estão submetidos a estresse ou a premuras de tempo. Muitas vezes, ocorre também uma gripe intestinal de tipo infeccioso, que dura pouco tempo e que com um regime apropriado desaparece com rapidez.


Em todos os casos de distúrbios digestivos leves ou perturbações gastrointestinais acompanhadas de diarreia, flato e cólicas intestinais, a dieta se orienta para uma rápida substituição das perdas de água e sais. Quando a diarréia é permanente, o corpo perde importantes minerais, principalmente potássio, sódio e magnésio; isso provoca cansaço, falta de estímulos, falta de apetite e distúrbios nervosos.


Aqui se reduz ao máximo possível a massa de alimento, por isso que são feitas apenas pequenas refeições. A alimentação deve ser rica em proteínas, hidratos de carbono, óleos vegetais, vitaminas e minerais para que a perda permanente de nutrientes causada pela diarreia se compense o mais rapidamente possível.


É importante beber grande quantidade de líquidos e devem ser evitadas aquelas coisas que podem causar a diarreia, como por exemplo o consumo de leite ou fruta verde, uma excessiva concentração de fibra ou até mesmo o estresse. A dieta normaliza o meio gastrointestinal, o que não só é indicada para o tratamento da diarréia, mas também para reduzir o peso.


O que se pode comer?


Calorias: 1.000-1.500 diárias.


Proporção de nutrientes: 50% de hidratos de carbono, 35% de proteínas, 15% de gordura.


Café da manhã: Chá com açúcar ou mel. Muesli de cereal, mingau de aveia com frutas.


Comida: Arroz cozido com frutas, filé de peru com arroz natural; cenoura com batatas.


Jantar: Muesli de banana; arroz com leite; guisado de frango com arroz.


Bebidas: Chá ou infusões de ervas com açúcar e sal, cola, suco de vegetais.


Resumo da dieta contra a diarreia


Componentes deste regime


Com um mínimo de alimentos sólidos e tentar beber muito, de preferência chá ou infusões de ervas, que irá estrear tanto açúcar e sal. O corpo precisa de muitas vitaminas B, que são encontradas em ovos, fígado, os vegetais de folha, o leite e os produtos lácteos.


É aconselhável mingau de aveia com maçãs cruas para fornecer quantidade suficiente de vitamina C. Também são adequados os bananas ou cenouras com purê de batata. No menu de refeições ligeiras se pode garantir o fornecimento de proteínas com um pouco de carne bovina ou de aves e de minerais e vitaminas, a curto prazo, com um preparado farmacêutico.

Outras dietas interessantes

Vantagens e benefícios


Nos casos leves, esta dieta elimina os desagradáveis espasmos intestinais, fezes aquosas e as tonturas. Contribui também para criar uma flora intestinal saudável e rica em enzimas, após a remoção do intestino grosso, as bactérias causadoras de alergias e outras substâncias tóxicas do resto do intestino.


Depois do regime curativo da diarreia deve iniciar-se uma dieta mista, equilibrada e, se possível, pobre em gorduras. Há que adaptar lentamente a ingestão diária de calorias para as necessidades energéticas. Desta forma, as pessoas com excesso de peso não voltarão a recuperar de imediato os quilos que perderam durante os dias de diarreia.


pessoas que sofrem com frequência de diarreia


Resumo da dieta contra a diarreia


A dieta contra a diarreia ou adstringente na sua forma suave substitui rapidamente os sais minerais, as vitaminas, as proteínas e a água que se perderam com a frequente expulsão de fezes. Dado que apenas contém gordura, serve ao mesmo tempo para perder peso. Ou, dito de forma mais precisa: os quilos perdidos no curso da diarréia não são recuperadas imediatamente.


Desvantagens


A dieta para diarréia da prescrevem os médicos e as clínicas em formas modificadas e não apresenta nenhuma desvantagem.


Intolerâncias e efeitos colaterais


As pessoas que sofrem com frequência de diarreia sem causa aparente ou cujas fezes levam o sangue ou mucosidades com sangue, não deve especular sobre o efeito de cura desta dieta. Têm de ir ao médico para que se possa diagnosticar a causa de seus distúrbios.

Alimentos que você não Deve Combinar a Dieta INCRÍVEL!!

Ácido-Amido: Devemos levá-los em refeições separadas, já que um ácido destrói (total ou parcialmente) a secreção da ptialina salivar, tão necessária na predigestión dos amidos.


Por exemplo, os tomates muito ácidos com batatas, arroz ou pão. Como regra geral, recomenda-se tomar os ácidos sozinhos, longe de qualquer outra ingestão.


Proteína-Amido: A proteína é assimilado em um meio ácido digestivo e o amido em um meio alcalino; por isso, se associam ambos, pode causar distúrbios digestivos muito evidentes (azia, flatulência, má digestão…). A melhor forma de ingerir esta parceria é acompanhada de saladas.


Alimentos que você não Deve Combinar na Dieta


Outras más Combinações


Açúcar-Amido: Os açúcares, tanto os naturais das frutas e, ainda mais, os de origem industrial (compotas, xaropes, açúcar branco) fermentar no estômago quando está presente no amido, devido às suas diferentes tempos de digestão.


Quando ingerimos açúcar, a boca se enche de saliva, mas isenta de ptialina, razão pela qual a digestão do amido não pode iniciar de forma conveniente na boca, fermentando em seu trânsito para o estômago. Incompatíveis são, pois, os bolos de frutas (principalmente os feitos com as mais ácidas, morango, laranja, kiwi).


Também não recomendamos que o mel e compotas sobre o pão, por possuir tempos de digestão diferentes. O único truque que diminui esta incompatibilidade é a presença de algum corpo gorduroso (manteiga, creme de leite, etc.) que, ao retardar o processo digestivo, o que permite uma verdadeira, embora imperfeita, adaptação enzimática.


arros

Outros remédios naturais e caseiros interessantes

Alimentos de Combinação Neutras


Proteínas, gordura, amido: São combinações medianamente compatíveis:



  • Cereais + leguminosas; arroz + sopa; feijão + pão, etc.

  • Cereais + ovo ou queijo gordo: pão integral + queijo gordo; pão 4 – maionese, etc.

  • Féculas + ovo ou também leguminosas; batatas + alho e óleo; cenoura 4 – queijo ralado; batatas 4 – ju dias verdes…

Gordura-proteína: Aconselhamos tomar esta combinação em pequenas quantidades e, sempre que possível, combinada com produtos hortícolas. Exemplo: salada com queijo em pedaços, salada com ovo cozido picado…


Açúcar-proteína: Os açúcares apenas sofrem alterações nem na boca nem no estômago (por exemplo, a fruta), mas que sua digestão ocorre no intestino.


Amido-amido: Não são incompatíveis , em princípio, mas supõe uma superalimentação.


Proteína-proteína: A digestão de proteínas diferentes faz com que o processo digestivo se modificar para atender aos requisitos de cada alimento proteico. Por isso, devemos tomar um único alimento que contenha proteínas na mesma refeição.

Alimentos essenciais para uma dieta saudável ALUCINANTE!!

A Acelga é um emoliente, refrescante e até mesmo laxante, a acelga é, desde sempre, uma ajuda eficaz contra a prisão de ventre e inflamações das vias urinárias. Seus usos em matéria de culinária são muito numerosos. A receita que se segue é um compromisso que deve reconciliar vegetarianos e carnívoros exagerados.


Trata-Se de acelga com carne: uma vez prontas as acelgas, pasadlas pelo liquidificador e em seguida colocadlas em uma bandeja, onde previamente tereis salteado em manteiga, carne moída; adicione sal à vontade e coced, com a tampa colocada, a fogo lento. Durante a cozedura, adic leite desnatado.


A Acelga é um poderoso laxante


Chicória


As folhas, como sabeis, servem para preparar deliciosas saladas. Os gregos, como também é sabido, alimentavam-se de chicória crua e cozida. No entanto, para muitas pessoas, a chicória, continua a ser hoje, simplesmente, uma grave ameaça para o belo gramado à inglesa, como digna irmã da urtiga maldosa.


É inútil refutar tais acusações; aqueles que gostam de chicória abster-se-ão, no entanto, de pegá-la na periferia de uma cidade, porque a chicória é muito sensível e absorve mais do que qualquer outra planta —e em abundância— os produtos químicos que se encontram em suspensão no ar.


Assim, seus seguidores devem começar no campo, onde cresce livre e fecunda. Aqueles que a conhecem mais a fundo saberão, ao pegá-la, arrancá-la inteira, incluindo a raiz. Esta última terá uma particular aplicação culinária.


A Chicória tem que estar em campo

Outros remédios naturais e caseiros interessantes

Saboroso,


Indispensável em saladas, a insulina é do estômago, carminativa e antiespasmódica. Como todas ou quase todas as plantas aromáticas, combate eficazmente as fermentações intestinais nocivas.


Vermífuga, a insulina é utilizada em casos de diarréia persistente, de atonia do estômago, má digestão. Em fitoterapia, sua infusão é recomendada para todos os casos aqui citados.


A insulina é indispensável em ensaldas


Alho


Todo o mundo o sabe, quase todos o odeiam, mas todos nós precisamos. Por quê? Porque o alho contém o sulfureto de alilo, essência volátil que contém, por sua vez, a média, a qual, como é sabido, possui grandes propriedades bactericidas e poderia, em certo sentido, ser considerado como um dos primeiros antibióticos naturais: a Senhora Natureza tem feito bem as coisas…


Além disso, o alho contém, igualmente, enxofre, iodo, sílica, que fazem dele um extraordinário desinfetante, sobretudo, para os pulmões. Como sabiam? Pesquisadores americanos descobriram na alho uma virtude extraordinária: é anticancerígeno.


Um biólogo, depois de diversas pesquisas, foi possível estabelecer que o câncer é pouco menos que um desconhecido entre os povos que fazem um uso importante destes bulbos; e cita a este respeito, os chineses, os sérvios e os franceses de Provença, que desde há muito tempo o consomem em grandes quantidades. Como explicar tudo isto? Provavelmente por alguma função inibidora que o alilo exerce sobre as formações tumorais.


Mas as propriedades do alho não acabam aqui: graças ao seu poder de ativar a secreção de suco gástrico e de cuidar das paredes do estômago, o alho é a vez aperitivo e digestivo. Sem dúvida eu me pergunto como pode ser digestivo. Atenção, se o seu estômago não tolera, isso significa que não tendes mastigado e salivado o suficiente.


De acordo, eu responderéis, mas como conseguimos mastigar o suficiente e salivar mais? Masticad, masticad; e quanto a salivar, bebei durante a refeição, um pouco de água que contenha argila. O alho também tem outras propriedades: a de dissolver os cristais de ácido úrico, prevenir o endurecimento das artérias, estimulando o coração, depurar o sangue, facilitando a circulação, equilibrar a pressão arterial, eliminar os vermes…


Enteraos bem: em outros tempos, a gente se contentava com a produzir um colar de dentes de alho e pendurá-lo no pescoço da criança para fazer desaparecer todos os parasitas alojados no intestino. Nas zonas rurais da França do sul, os camponeses utilizam como supositórios verdadeiros dentes de alho, que administram as crianças como anti-helmíntico.


O alho tem muitas qualidades positivas


A surdez, quando é reumático, pode ser tratada com alho


um tampão de algodão em rama, impregnado de essência de alho, será introduzido na entrada do canal auditivo. Sem dúvida alguma, o melhor uso que se pode fazer do alho consiste em usá-lo em todas as refeições, se possível cru; cozido, como sabeis, perde quase toda a sua força.


Nada tão saudável como uma torrada ou uma casca de pão sobre a qual tenhais esfregou um dente. Na gastronomia, o emprego de alho é múltipla. Convém que fazes nota, por exemplo, de que as cabeças de alho assado nas cinzas estão deliciosas. Os rabos picadas podem ser misturados, como se de cebolinha se tratasse, com as diversas saladas, ou adicionadas às carnes grelhadas.


Você é da época do cogumelo? Não esqueçam então o tempero por excelência, o alho. Na Idade Média era conhecida em todas as partes um molho muito popular, concordam em partir juntos, que se fazia esmagando alho, amêndoas e nozes e diluyéndolo tudo no caldo.


Dorad em azeite de oliva cinco ou seis dentes de alho, mal cortados; verted sobre eles um litro de água, deixe ferver alguns minutos. Fora-ombr o fogo. Rasgai as duas ovos e lançai a sopa primeiro a clara, depois a gema. Adicionar o sal, pimenta… Eis a receita de um prato o mais francês, chamada “sopa dos pobres”, ou tourin a l’ail.

Afrodisíacos e seus Efeitos na Dieta INCRÍVEL!!

A sedução e a cozinha afrodisíacpara nasceram no Jardim do Éden, quando Eva lhe ofereceu a maçã a Adão. Este convite à comida, como prelúdio para o amor foi criado um rito desde os tempos mais antigos. Em todas as culturas foram preparados filtros e poções de amor para atrair o sexo oposto e como melhorar o desempenho da física amorosa. Sempre existiu uma relação entre os alimentos e os prazeres sensuales.


Os afrodisíacos, bebidas e poções recebem o nome de derivação de Afrodite; a sedutora deusa grega do amor e da beleza, que representa uma sexualidade livre de ambivalencias, de ansiedade e de inibição. Seu culto chegou à Grécia e do Oriente, mas Praxíteles; escultor do século IV. de C. deu-lhe uma forma tão sugestiva que se converteu; para a civilização ocidental, na encamación da feminilidade primitiva.


Afrodisíacos e seus Efeitos na Dieta


Afrodisíacos através da História


Os antigos sumérios, egípcios comiam natal misturadas com mel para aumentar a potência. A cozinha afrodisíaca china aprecia as galhadas de veado; o crista de galo e outros animais conhecidos por seu ardor amoroso.


Os chineses sabiam muito sobre as virtudes afrodisíacas, e a sua cozinha tem, também hoje; uma grande quantidade de ingredientes excitantes devido à seleção especial de peixes, vegetais e especiarias. As civilizações orientais atribuíam um alto poder afrodisíaco para o leite açucarado fervida com natal de bode.


Os romanos abandonavam-se ao gozo comendo deitado em um divã; combinando as delícias do paladar com as de Vênus. Os gregos, para infundirse vigor se untavam com raízes de repolho molhado em leite fresco de cabra; também consumiam alho e, assim, reforçaram as suas paixões.

Outros remédios naturais e caseiros interessantes

Árabes e espanhóis reconheceram o valor estimulante da cenoura. Na Idade Média, as bruxas sabiam preparar poções e bebidas mágicos para suscitar amores… para desligá-los.


O Kama Sutra fornece valiosos conselhos para conseguir uma vida sexual plena e feliz: “Não tenha o estômago cheio de comida e bebida, ou poderá sofrer derrame cerebral e uma gota de… Um homem deve comer alimentos fortificantes, como plantas aromáticas, carne, mel e ovos. Uma constituição robusta é indispensável para a cópula, mas, acima de tudo, brinca com ela amorosamente até que esteja excitada e cheia de desejo.”


hist


Alimentos Afrodisíacos que você deve Saber


O homem precisa de muitas substâncias essenciais para manter a vitalidade e, por tanto, o desejo amoroso: proteínas, hidratos de carbono, ácidos graxos, vitaminas, minerais, etc.


A vitamina mais importante e estimulante do funcionamento hormonal é a vitamina E, reconhecida em nossos dias, como a vitamina da fertilidade. Esta é a erva-doce, os óleos vegetais, nozes, amendoim, as nozes, o gérmen de trigo, as azeitonas e o peixe.


O alimento mais completo é o leite, já que, por ser rica em vitaminas, minerais e oligoelementos constituem a dieta afrodisíaca por excelência. Mas a cozinha afrodisíaca não é uma panacéia que consegue tudo. Naturalmente, não pode substituir a uma atração natural ou a uma predisposição amorosa ausente.


Além disso, deve-se ter saúde, vitalidade, mente clara e firme decisão. Por isso, procuraremos renunciar a tudo o que engorda e nos torna preguiçosos e pesados: a carne, gordura, molhos fortes, os legumes, as massas, os doces, o excesso de álcool e a nicotina.


espargos


Curiosamente, não é o sentido do gosto, o que produz impressões erotizantes, mas a nossa mente, através de parcerias com o aspecto dos alimentos, como o de morango, os espargos, as bananas e as ostras. As delícias do paladar apresentam algumas semelhanças com as do amor e estão vinculadas a um simbolismo que se expressa em provérbios e no vocabulário amoroso e culinária.


A cozinha afrodisíaca é, acima de tudo, um jogo erótico, no qual devem intervir todos os sentidos. A comida, com seus ingredientes estimulantes, constitui um cúmplice valioso, mas o ambiente, a decoração, os olhares, os gestos, as palavras, a harmonia entre duas pessoas que sentem uma atração mútua são componente essencial para completar o encontro, que se transforma em festa.